Bikehub.com.br | Compre e Venda - Bikes Novas e Usadas
Anuncie / Cadastre-se
O que você procura?
Onde?
A que distância?
Blog
Você sabia que temos um Marketplace também?
Compre Agora
ESTRADA/TRIATHLON Bicicletas ganhadoras do Tour de France: que marca ganhou mais vezes?
Bikehub

atendimento@bikehub.com.br

Analisamos o histórico do Tour de France para saber qual marca levou mais ciclistas ao pódio.

O Tour de France é a maior prova ciclística do mundo, e uma vitrine para algumas das melhores bicicletas que existem. Mas quais fabricantes levaram mais ciclistas ao título?

>> Não perca nossas transmissões ao vivo com comentários sobre cada etapa do Tour de France, sempre às 19h

A chegada do Tour de France, em frente ao Arco do Triunfo, nos Champs-Elysées, em Paris

Demos uma olhada no histórico de resultados do Tour de France para saber que marcas dominaram o pódio da prova ao longo dos anos. Confira o resultado:

1. PINARELLO – 15 VITÓRIAS

A Pinarello ganhou sua primeira classificação geral do Tour de France em 1988, com Pedro Delgado pela equipe Reynolds. Foi uma prova cheia de controvérsias, já que Delgado testou positivo para Probenecida, na época considerada uma substância proibida pelo Comitê Olímpico Internacional, mas não pela UCI.

No começo dos anos 90, a Pinarello levou seis títulos consecutivos na classificação geral com Miguel Induráin, Bjarne Ris (que depois foi removido da lista de vencedores por admitir ter usado doping) e Jan Ulrich, que ficou em segundo em 1996 e primeiro em 1997.

Há rumores de que algumas bicicletas Pinarello que participaram do Tour no final dos anos 80 e começo dos anos 90 na verdade eram feitas por outra fábrica, o que era uma prática comum na época.

>> Conheça o canal do Bikehub no Youtube:

2. PEUGEOT – 10 VITÓRIAS

A Peugeot fabrica bicicletas desde o começo de 1800, e apesar de hoje a marca ser mais conhecida por seus automóveis, ela ainda tem uma linha de bicicletas de estrada, de MTB e urbanas, e até patrocina uma equipe de eMTB. A marca francesa teve sua primeira vitória no Tour em 1905, com o francês Louis Trousselier, e a mais recente em 1977, com Bernard Thévenet com uma Peugeot PY-10.

Embora o número de vitórias oficial da Peugeot no Tour seja 10, eles também integraram a La Sportive, um coletivo francês de fabricantes de automóveis que se uniu depois da Primeira Guerra Mundial para fabricar bicicletas para o Tour entre 1919 e 1921. A La Sportive venceu estas três edições, em parte devido à participação da Peugeot.

3. L’AUTO – 10 VITÓRIAS

Em 1903, Henri Desgrange, o editor do jornal L’Auto, fundou o Tour de France como uma estratégia de marketing – que deu muito certo. Como ele mandava na prova e nas regras, em 1930 determinou que não haveria mais equipes patrocinadas por marcas, e sim que todos os ciclistas usariam uma bicicleta genérica.

Durante 10 anos, todos os atletas, do camisa amarela ao lanterna vermelha, competiam com uma bike amarela com a inscrição “L’Auto” no quadro.

 4. GITANE – 9 VITÓRIAS

A marca francesa Gitane fabricou as bicicletas com as quais Laurent Fignon e Bernard Hinault pedalaram em suas vitórias. A marca era bem popular no pelotão nas décadas de 60, 70 e 80, e também era conhecida por fabricar motocicletas e patrocinar equipes de corridas de moto.

Em 1972, a Gitane produziu seu modelo “Tour de France”, um quadro levíssimo (para a época) que virou a bike de corrida da marca. Após algumas mudanças de nome e transferências de propriedade, a Gitane foi incorporada pela Cyclegroup, que também tinha a Peugeot e a B.H. Posteriormente o grupo foi adquirido por uma firma sueca que atualmente também é dona da Bianchi.

5. ALCYON – 7 VITÓRIAS

Como muitas outras marcas que forneciam bicicletas para o Tour de France, a Alcyon também fabricava carros e motocicletas. A primeira vitória da marca no Tour veio com François Faber, ciclista de Luxemburgo que venceu o Tour em 1909, além de ganhar cinco etapas da prova.

A Alcyon patrocinou uma equipe nos anos 20 e se tornara uma força no pelotão, vencendo a prova em 1927, 1928 e 1929, antes de ter sua carreira interrompida pela proibição de equipes de marca que aconteceu em 1930.

6. MERCKX – 5 VITÓRIAS

Pelo nome escrito no quadro, as bikes Merckx seriam as próximas da lista, apesar do “Canibal”, como Eddy Merckx era conhecido, pedalar bicicletas fabricadas pela Masi e pela Kessels. A marca agora é produzida pela Belgian Bike Factory (que também produz as bikes da Ridley) e patrocina a AG2R La Mondial.

7. AUTOMOTO – 4 VITÓRIAS

A francesa Automoto foi fundada em 1902, e como tantas de sua era, também fabricava motocicletas. A marca conseguiu quatro vitórias consecutivas com Henri Pélissier em 1923, Ottavio Bottechia em 1924 e 1925, e Lucien Buysse em 1926.

Alguns anos depois, em 1930, a Automoto foi comprada pela Peugeot, mas continuou produzindo bicicletas e motos com seu nome até ser descontinuada em 1962.

8. LA SPORTIVE – 3 VITÓRIAS

A La Sportive só existiu por alguns anos, mas conseguiu três vitórias em sua surpreendente história. Após a Primeira Guerra Mundial, muitas fábricas estavam destruídas e o continente europeu estava em péssima fase. Investir em equipes esportivas, claro, não era uma prioridade.

Para garantir que o Tour de France não fosse outra vítima da guerra, as marcas Alcyon, Armor, Automoto, Clement, La Française, Gladiator, Griffon, Hurtu, Labor, Liberator, Peugeot e Thomann se uniram para prover o equipamento de metade do pelotão, e patrocinaram a prova entre 1919 e 1921.

Como meio pelotão usava bikes La Sportive, não foi nenhuma surpresa que a marca levasse a classificação geral cada ano, com Firmin Lambot vencendo em 1919, Philippe Thys em 1920 e Léon Scieur em 1922. O grupo se desfez em 1922, com cada uma das marcas retomando seu curso individual.

9. BIANCHI – 3 VITÓRIAS

A última vez em que uma bicicleta Bianchi saiu dos Champs-Élysées como vitoriosa na classificação geral foi em 1998, com Marco Pantani de jersey amarela. Essa edição do Tour foi dramática, marcada por um escândalo de doping envolvendo a polícia, greve dos ciclistas e equipes deixando a prova. As outras vitórias da Bianchi vieram com o lendário Fausto Coppi, em 1949 e 1952.

A marca quase conseguiu mais uma vitória em 2020, mas Tadej Pogačar acabou levando a melhor, resultando na primeira jersey amarela conseguida com uma Colnago.

10. TREK – 2 VITÓRIAS

A história da Trek no Tour de France é um pouco tumultuosa. Tecnicamente, a marca levou nove títulos. No entanto, com todas as sete vitórias de Lance Armstrong sendo excluídas dos registros, a Trek só pode contar as duas vitórias de Alberto Contador, em 2007 e 2009.

** Com informações do site Cycling News.

Para Bikers como você
Bikehub.com.br | Compre e Venda - Bikes Novas e Usadas